19/03/2019 12h35 - Atualizado em 19/03/2019 12h35

Sergio Nogueira requer informações sobre concessão de uso da BR-163 MS para a CCR

Documento pedindo explicações ao governo do estado sobre a CCR teve o apoio dos demais vereadores da Casa de Leis

Por: Assessoria
 
 
Vereador Sergio Nogueira durante o uso na tribuna da Casa de Leis douradense [Foto: Thiago Morais]
Vereador Sergio Nogueira durante o uso na tribuna da Casa de Leis douradense [Foto: Thiago Morais]

O vereador Sergio Nogueira (PSDB), acompanhado pelos demais 18 vereadores da Câmara Municipal de Dourados, encaminhou requerimento ao governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja e ao secretário especial de Relações Institucionais e Assuntos Estratégicos, Pedro Chaves dos Santos Filho, solicitando informações das medidas adotadas para a continuidade da concessão de uso da BR-163 MS para a CCR. No documento, o parlamentar ainda cobra explicações quanto à paralização das obras de duplicação.

Para Sergio Nogueira, a empresa precisa encontrar, com urgência, uma solução para o impasse e acabar com a morosidade da obra. Desde a assinatura da concessão com a CCR MSVias, em 12 de março de 2014, pouco mais de 150 dos 845 quilômetros da rodovia foram duplicados pela empresa. Em 2018, somente 11,6 quilômetros passaram por intervenção e já foram liberados para o tráfego.

"Temos recebido várias reclamações e indagações dos transeuntes da BR-163 MS sobre a paralização das obras de duplicação da mesma e ainda assim continua sendo cobrado o pedágio dos usuários", menciona o parlamentar.

A CCR MSVia tem como obrigação contratual duplicar os 845 quilômetros da BR-163 em 5 anos. Até agora, no entanto, foram duplicados exatos 150,4 km, o que representa 17,7% do total. Sergio Nogueira ressalta que "a CCR assumiu a BR-163 em 2014, recebendo o direito de explorar pedágios na pista, e em contrapartida deveria realizar investimentos na sua duplicação, a serem aplicados em etapas conforme Projeto apresentado e aprovado. Sabemos que o cronograma original acabou não sendo seguido e, hoje, os trechos duplos representam menos de 20% do trecho previsto da via".

A BR-163 tem 845,4 quilômetros de extensão e cruza todo o Mato Grosso do Sul, desde a divisa com o Paraná, ao Sul, na cidade de Mundo Novo, até a divisa com Mato Grosso, ao Norte, na cidade de Sonora. A rodovia passa por 21 municípios, entre eles a capital, Campo Grande, e serve a mais de 1,3 milhão de habitantes.